Vida fast, vida foda



Em, 24.1.2011
Por  Pietra Luña


Patrícia (que sonha ser a "cara da riqueza") veio em plena segundona com mais um de seus programas over capitalistas. Mais uma vez fui parar no tal Iguatami que fica láaaaaa longeeeeeee de mim. Ela queria me mostrar sua última aquisição de 2 mil reais (tema para outro post) e no caminho da loja paramos para um programinha gastronômico "a cara da pobreza": fast food

Nem vou reclamar muito não. O tal Gendai tem uma comida honesta, com um preço até aceitável. Pedimos um monte de coisas e pagamos umas 50 pilas. Contudo (oh! vida de conjunções adversativas por conta desta vida adversa), o atendimento... (vez das interjeições!) ui ui! Péssimo! A menina do caixa era ótima, mas as ajudantes completamente despreparadas e antipáticas! 

É incrível como as pessoas que não gostam de público atendem público e como os empresários abrem negócios de produtos e serviços sem escolher treinar adequadamente seus funcionários. Tudo errado. O almoço acaba ficando tosco e caro. Ainda bem que eu amo salmão cru, senão eu ia mandar da guria tomar saquê! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares