Cardápio de pequenos prazeres (que tornam a vida grande)

clique na imagem e veja o movimento do sol


É preciso ser criativo para fazer o sol se mover na palma da mão


Em, 30.1.2011
Por  Pietra Luña


Está vivo quem  acorda todos os dias. Fato! E quem tem um dia inteiro para viver pode preenchê-lo de várias maneiras. Há quem preencha grande parte de suas horas com o trabalho. Eu mesma quando era solteira e sem filhos era uma workaholic praticamente confessa, porque depois dos 20 me vi mais preguiçosa e a energia que sobrava era para o trabalho. Aliás, para ficar no ambiente de trabalho (eu saía beemm tarde da seção). 

Claro que eu sempre buscava uma forma de enfiar, na jornada, minha dose de prazeres extralabor, por exemplo com muita internet (e-mails, leitura de blogs, jogos, chats). O que me leva a crer que eu era mesmo uma viciada em satisfazer e criar minhas curiosidades (pecado -?-) mais do que em trabalho. Sempre fui mesmo muito criativa e inquieta. Observadora e destemida. Ora falante, ora acuada. E, sobretudo, uma ouvinte e contadora de histórias (ou "causos", biografias, fofocas e similares). 

A narrativa é um encanto que tento desvendar há muito e o exercício do pensar me dá muito prazer. Fazer do meu tempo algo bom de ser vivido é, talvez, meu maior talento. Ou pelo menos contar de forma muito interessante os meus piores dias e momentos. Narrar. Fazer com que cada momento seja realmente especial, inesquecível, intenso. Raro. Essa é a minha busca diária ainda que, por vezes, inconsciente. Tenho um vício em prazer e querer ser feliz. E, contar tudo isso, óbvio! 

Neste domingo ensolarado, quente, vazio (sem obrigações externas) acordei ao meio-dia e pensei: o que vou fazer do restante dessas horas domingueiras? Eram tantas as opções que podia escolher mais do que uma. Foi quando tive a ideia de fazer um cardápio de pequenos (grandes?) prazeres para começar a tarde. Listei prazeres de rápida duração, de longa, alguns mais caros, outros mais baratos, para se fazer sozinha, para se curtir acompanhada, prazeres simples, outros bem sofisticados, enfim, prazeres variados destinados a um ser vivente que não perde tempo nem quando dorme

Ei-la (a ordem dos fatores não altera o conjunto! hehehe): 1. Dormir; 2. Ir ao restaurante preferido; 3. Conhecer um novo restaurante e um prato exótico; 4. Tomar banho de espuma; 5. Ler jornais/revistas em um café; 6. Levar seu autor preferido para ser lido em um lugar maneiro; 7. Transar; 8. Masturbar; 9. Falar ao telefone por horas com uma amiga legal; 10. Sair com as amigas para o shopping; 11. Ligar para alguém que há muito tempo não vê e tem saudades; 12. Ir ao clube pegar um sol; 13. Tomar umas cervejinhas beeemm geladas; 14. Alugar alguns DVDs e passar a tarde comendo pipoca no sofá; 15. Ir a uma exposição de artes; 16. Desenhar ao ar livre; 17. Jogar baralho etc.; 18. Papear na internet; 19.  Dançar; 20. Tomar sorvete; 21. Dar uma volta de carro para observar as ruas e o movimento da cidade; 22. Ir ao cinema naquele filme que está saindo de cartaz; 23. Caminhar no parque; 24. Bater seu recorde no game preferido; 25. Visitar uma pessoa muito querida; 26. Escrever um conto; 27. Dar uma repaginada no blog; 28. Fotografar; 29. Ouvir músicas sem parar; 30. Rever os álbuns de fotos; 31. Reler cartas e guardados; 32. Ver as novidades na livraria; 33. Cozinhar algo diferente; 34. Ficar à toa sem fazer absolutamente nada; 35. Meditar; 36. Navegar perdido na internet; 37. Planejar uma viagem; 38. Sonhar acordada; 39. Fazer bijouteria, crochê, tricô etc. 40. Fazer uma lista de qualquer coisa; 41. Blogar; 42....

Sinceramente? Eu sou feliz por ter mais prazeres do que horas por dia e são eles que tornam minha vida grandiosa; cheia de novidades e movimento. E, você? O que lhe dá prazer?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares